Como Diminuir A Ansiedade Naturalmente

Estamos vivendo em uma sociedade com muita informação, não só a quantidade é excessiva como também
a velocidade, as informações hoje circulam em uma velocidade impressionante, e sempre temos a sensação de estarmos desatualizados e isso só pode nos levar a uma direção: muita ansiedade!

Como Diminuir A Ansiedade Naturalmente

O psiquiatra Augusto Cury, um dos grandes psiquiatras da atualidade, vive falando sobre isso. Ele chama esse processo de Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA), ela é produzida por uma hiperconstrução de pensamentos, numa velocidade tão alta que estressa e desgasta o cérebro.

Isso é o resultado do excesso de atividades e de estímulos sociais que somos submetidos diariamente, e impede o desenvolvimento das funções da inteligência, como refletir antes de reagir, expor ao invés de impor
ideias, exercer a resiliência e colocar-se no lugar do outro, por exemplo.

Só para se ter uma ideia do impacto da ansiedade em nossa vida, estudos já mostraram que os ansiosos têm mais probabilidade de falharem suas atividades. E isso inclui também os estudos. Isso acontece porque os recursos mentais despendidos numa tarefa cognitiva — no caso, a preocupação — simplesmente minam os recursos existentes para o processamento de outras informações.

Esse é apenas um dos efeitos da ansiedade. Mas existem diversos outros, como irritabilidade, cansaço, tensões musculares, dores de cabeça, dificuldade para dormir, baixa imunidade, entre muitos outros. Agora que já entendemos um pouco dos danos, vamos ver como diminuir a ansiedade no dia a dia.

Uma das técnicas com efeitos mais poderosos na ansiedade é a meditação.

Ela vem sendo cada vez mais estudada, e já é até utilizada por terapeutas e em salas de aula. Existem muitas técnicas de meditação. Mas acredito que, se somos iniciantes, o melhor caminho é sempre começarmos pelo mais simples.

Uma técnica interessante nesse caso é a meditação da atenção plena, também conhecida como Mindfulness. Você pode se sentar em uma posição confortável, seja em uma cadeira ou uma posição mais tradicional de meditação, como a posição de lótus ou semi-lótus, por exemplo, e respirar tranquilamente, levando sua atenção para
o seu processo de respiração.

Repare em seu abdômen, inflando levemente ao inspirar, e retraindo ao expirar. Tudo de forma bem sutil. Simples assim. Se você está iniciando na meditação, comece com apenas 5 minutos. Mas tente fazer diariamente, pois é o hábito que fará toda a diferença.

Depois, conforme for se acostumando, você pode ir aumentando o tempo de cada sessão. Vale a pena pesquisar mais sobre o assunto, pois essa prática certamente irá te ajudar. Praticar exercícios físicos regularmente é outro ótimo antídoto.

Muitos estudos já mostraram os inúmeros benefícios dessa prática na saúde mental. E muitas vezes costumam ter efeitos até mais duradouros que as medicações.

Como Diminuir A Ansiedade Naturalmente

A Yoga é uma dessas práticas poderosas.

Estudos mostraram que ela ajuda muito na redução da ansiedade, depressão, raiva e sintomas neuróticos.

E se você é homem, não caia na furada de achar que yoga é só para mulheres. Isso é puro preconceito, e não te ajudará a evoluir. Outra prática com efeitos impressionantes é a corrida.

Mesmo uma corrida leve para os iniciantes já ajuda muito. Estudos já mostraram que ela é tão boa quanto a psicoterapia para diminuir sintomas de depressão. Isso acontece porque ela ajuda a liberar endorfina, uma química natural do nosso corpo que nos proporciona uma sensação de bem-estar.

A natação é outra atividade física muito poderosa.

Além de exigir muito do corpo, ela ainda é capaz de nos proporcionar uma sensação de relaxamento. E se você tiver a oportunidade de praticá-la
em meio à natureza, como no mar ou lagos, por exemplo, os efeitos são ainda melhores. E uma outra atividade também muito benéfica é a dança.

Aqui conseguimos unir o movimento físico com a energia positiva das músicas. Muitos estudos já mostraram seus benefícios na saúde física e mental. Quem sabe esse caminho não é o que vai te ajudar a reduzir a ansiedade? O importante aqui é encontrar uma atividade que você goste, que respeite os limites do seu corpo e que você consiga praticar com regularidade.

Um outro caminho muito importante, mas quase sempre negligenciado pelas pessoas, é a diminuição do açúcar. Já está comprovado que o açúcar, além dos inúmeros problemas físicos já amplamente conhecidos, também aumenta a ansiedade, o risco de depressão e ataques de pânico e até mesmo afeta o aprendizado e a memória.

Infelizmente, nossa sociedade atual acha normal esse consumo excessivo de açúcar. E relutam para mudar esse hábito. Vale dizer que o açúcar está presente em inúmeras formas e com diversos nomes diferentes. Portanto, não é porque aquele produto é salgado que não tem açúcar.

Inúmeros pães, bolos e produtos industrializados que são salgados, na verdade, possuem muito açúcar. Recomendo que pesquise mais a fundo sobreo assunto.

Uma outra técnica interessante é anotar seus pensamentos e preocupações.

Anote exatamente o que estiver pensando. E se surgir de novo, anote novamente. Assim, você vai perceber o quão repetitivo e sem sentido estão sendo esses pensamentos, e que essa preocupação toda é desnecessária. Essa perspectiva mais ampla da situação silencia o ruído interno e nos traz tranquilidade. Criar objetivos de médio e longo prazo e se planejar também é outra ótima atitude.

Com objetivos de longo-prazo, nos dedicamos a algo maior, e evitamos ficar remoendo diversos pensamentos. E quando temos o hábito de planejar, nosso cérebro já sabe de antemão os passos que precisa realizar para alcançar aqueles objetivos, e isso diminui muito a ansiedade.

Pra complementar, sempre que você estiver sentindo ansiedade, pode fazer a respiração abdominal. Tudo que você precisa fazer é procurar inspirar de forma um pouco mais profunda naquele momento, inflando levemente seu abdômen, e deixando-o relaxar enquanto vai expirando de forma tranquila e natural. Faça isso algumas vezes e logo notará um ótimo estado de relaxamento. Existem muitas outras técnicas que podemos adotar.

Mas acredito que com essas você já vai conseguir ter ótimos resultados no dia a dia. E você, quais práticas tem utilizado pra diminuir a ansiedade? Compartilhe com a gente aí embaixo. Assim mais pessoas podem se beneficiar com a sua experiência. Por hoje é só! Mas vem muito mais conteúdo bacana pela frente. Um lindo dia pra você e até o próximo!

Descubra o segredo para viver livre da ansiedade! CLIQUE AQUI

Você Também Vai Gostar